O Culto hipócrita | Is 1.10-17

O Culto hipócrita | Is 1.10-17

“Ouvi a palavra do Senhor, vós, príncipes de Sodoma; prestai ouvidos à lei do nosso Deus, vós, povo de Gomorra. De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios? — diz o Senhor. Estou farto dos holocaustos de carneiros e da gordura de animais cevados e não me agrado do sangue de novilhos, nem de cordeiros, nem de bodes. Quando vindes para comparecer perante mim, quem vos requereu o só pisardes os meus átrios? Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação, e também as Festas da Lua Nova, os sábados, e a convocação das congregações; não posso suportar iniquidade associada ao ajuntamento solene. As vossas Festas da Lua Nova e as vossas solenidades, a minha alma as aborrece; já me são pesadas; estou cansado de as sofrer. Pelo que, quando estendeis as mãos, escondo de vós os olhos; sim, quando multiplicais as vossas orações, não as ouço, porque as vossas mãos estão cheias de sangue. Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer o mal. Aprendei a fazer o bem; atendei à justiça, repreendei ao opressor; defendei o direito do órfão, pleiteai a causa das viúvas.” Isaías 1:10-17

O padrão de culto exposto na torá é centralizado na santidade de Deus, portanto requer o temor, o zelo e a integridade de coração diante d’Ele.

Judá havia se associado à Sodoma e Gomorra e como consequência o reflexo do paganismo afetará também a esfera cúltica. Isaias então convoca o povo a ouvir a profecia do eminente juízo de Deus conta a iniquidade mostrando o quanto o povo estava distante de Deus através da análise das distorções no culto que prestavam conforme ele nos aponta:

O culto hipócrita é inútil: As precisas instruções dadas ao povo no livro de Levíticos acerca de como deveriam adorar não estavam sendo seguidas. Embora estivessem ofertando holocaustos, Deus questiona quanto a intenção do coração que tornava vã toda expressão de adoração como observamos no verso 11 “De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios? E no verso 12 “Quando vindes para comparecer perante mim, quem vos requereu o só pisardes os meus átrios?”.

O culto hipócrita é ofensivo: Se não bastasse a inutilidade do culto hipócrita, o texto nos revela também que além de não cumprir o propósito de adoração, tem um efeito contrário, tornando-se ofensa ao caráter santo e justo de Deus conforme nos ensina o verso de número 13-14, Deus diz que o incenso é abominação, que não suporta a iniquidade associada ao ajuntamento solene e que se aborrece das solenidades.

O Culto hipócrita nos separa de Deus: Tal era a cegueira espiritual daquela comunidade que não percebiam o quão distantes estavam de Deus. Conforme Ele mesmo revela no verso 15 o resultado do culto inútil e ofensivo que estavam prestando ao Senhor é que Deus havia se distanciado deles, pois quando estendiam as mãos para abençoar, interceder, ou levantavam as suas vozes em oração, ou multiplicavam os seus clamores, Deus simplesmente os ignorava.
 
Todavia as misericórdias do Senhor se manifestam quando o profeta confronta o povo, chamando-os ao arrependimento. Convidando-os a viver uma vida de santidade, cessando de fazer o mal e aprendendo a fazer o bem diante de Deus e dos homens.

  • Como está o seu relacionamento com Deus?
  • O que te motiva a ir à Igreja?
  • Como está a sua vida em expressão de adoração?

Rev. Yuri